segunda-feira, 28 de julho de 2014

Para você


Ah mãe, depois que descobriste o tablete és um perigo! Sei que anda lendo meu blog, tudo bem, não ligo. Então já que estás aqui, tenho um recado para você...

Ontem lhe perguntei o que você queria de aniversário e você me disse que “queria me ver feliz”. E esse pedido me partiu o coração. Sei porque me pediu isso, mas... Você sabe melhor do que ninguém que não consigo ser feliz o tempo todo. É coisa muito complicada de explicar, eu sou feliz, sei disso. Mas também sou triste. A melancolia é algo inerente à minha personalidade. Eu sei que te magoo quando estou triste e isso me deixa duplamente triste. Eu não queria entristecer uma das pessoas mais importantes da minha vida. Mas às vezes sinto como se uma grande corda vermelha estivesse dentro de mim apertando cada um dos meus órgãos lentamente, provocando uma angústia e desconforto tão grande que me falta o ar. Sinto como se fosse explodir, como se ao menor toque fosse me desfazer em cinzas. Mas você sempre vem, nunca deixa que a corda aperte demais. Choras comigo, me abraça e ora, mesmo eu pedindo para você me deixar sozinha, você persiste, não me abandonas. Na hora isso me irrita um bocado, mas obrigada por continuares ao meu lado, mesmo eu pedindo que você vá embora. Por sua persistência aos poucos o ar volta. O coração esquenta. A dor torna-se suportável.

Junto à você eu sou feliz, não porque a tristeza não existe, mas porque ela torna-se superável. Não me peças para que eu seja feliz, já o sou.

Mãe, hoje é seu aniversário e eu estou tão agradecida por Deus ter dado mais esse ano de graça. Não importa a data, todos os dias são graças concedidas, pequenas gotas depositadas no copo. Não sei a quanto anda o seu copo, talvez ele esteja quase cheio e logo seja hora de você voltar ao mar. Eu sou egoísta e peço que ainda lhe falte muito. Quero ainda gotejar junto a você por muito tempo. 

Minha melhor amiga é minha mãe. Sabe o quanto me orgulho disso? Não imagina minha alegria de ter a certeza que não haverá outro ser humano em que eu possa confiar da maneira que confio em você. És o abraço que acalma na escuridão. És a voz que ora junto a mim. És a mulher mais linda que conheço. Amo cada uma das suas rugas, suas mãos calejadas, seu colo que és um universo inteiro, que me acolhe como nenhum outro lugar consegue. Seu coração ritmando junto ao meu é a melhor canção de ninar. Seu olhos de ressaca, às vezes severos outras vezes pacientes. Duas gotas do mar depositadas no globo ocular, és maravilhosa. Uma mulher que sempre quis ser mãe e que fez desse ideal a resolução da vida. Mãe foste feita para ser minha mãe. Meu Deus! Como sou abençoada. Fui logo nascer do ser que sempre me desejou, que antes mesmo de sangrar já me amava.

Dona Loide, me ensinaste que não há graça maior do que essa, a de amar e criar um filho. E eu tento, e luto para me melhorar, superar pelos meus filhos. Eles não existem, mas assim como você, eu já os amo. Você sempre me diz que há certas coisas que só entenderei depois que me tornar mãe, e acho que estás certas. Às vezes fico te observando, tuas ações, escolhas, e vejo em cada uma delas tanto amor e desprendimento, é algo realmente divino. E espero sentir isso um dia. Mãe, és uma poesia cotidiana de amor, és um sopro de Deus doado a mim. Eu vejo Deus, e hoje percebo que Ele está sempre se mostrando à mim. E você, bem... você é uma das maneiras que ele se apresenta na minha vida. Não sei como classificar de maneira diferente. És o ser mais próximo ao amor de Deus que eu conheço.

Mãezinha, me desculpa. Me desculpa por não ser muitas vezes o melhor de mim. E obrigada por me amares mesmo assim. Quando olho para mim percebo que não sou muita coisa e que não posso dar muito além. Queria poder lhe dar tudo que você quisesse. Queria poder ter dinheiro para acabar a casa, comprar roupas bonitas para você, dar um carro novinho para você poder carregar suas plantas, e até comprar um bolo chique de aniversário, porque o que eu fiz ficou bem engraçado de esquisito, hahaha, enfim... queria poder te mimar. Queria... mesmo sabendo que essas coisas não importam porque no fundo você só quer me ver feliz. E cara! Me faltam palavras na presença de tanto amor. Me sinto um nada perto de tudo que você representa para mim.

Mãe me promete uma coisa, promete que vai ser minha melhor amiga para sempre?

Obrigada por me amar. O aniversário é seu, mas não posso deixar de pensar que eu sou mais agraciada pela sua vida, na verdade todos aqui em casa o são. És rainha sim, a nossa rainha.

E agora larga esse tablete um pouquinho e vem me abraçar.

Com amor,

Ps: Coloca essa música para tocar. Foi feita por um dos meus compositores favoritos. Eu escolhi especialmente para você. Ouvi e imaginei nós duas rodando, rodando, rodando... valsamos juntas no firmamento, salpicando a noite de estrelas.